Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > Prodetur + Turismo chega a R$ 4 bi em projetos
Início do conteúdo da página

Prodetur + Turismo chega a R$ 4 bi em projetos

Pedido de R$ 283 milhões do governo da Paraíba recebe selo que garante prioridade de análise no BNDES

  • Publicado: Sexta, 14 de Dezembro de 2018, 12h17
  • Última atualização em Sexta, 14 de Dezembro de 2018, 12h17

Por Darse Júnior


Ministro Lummertz assina o selo + Turismo para a Paraíba. Crédito: Roberto Castro/MTur

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, entregou para o governador eleito da Paraíba, João Azevedo, acompanhado do senador Veneziano Vital do Rego, o selo +Turismo que garante prioridade na análise técnica do BNDES para o projeto de R$ 283 milhões no estado. Mais de 70% do recurso será destinado a melhorias de infraestrutura.

De acordo com João Azevedo, o investimento deve mudar o patamar do turismo no estado. Ele reconheceu que o projeto que seguirá para a última etapa de análise no BNDES é mérito da atual gestão e firmou o compromisso de se empenhar para destravar o setor na Paraíba. “Temos tudo para despontar como um dos principais destinos turísticos do Brasil no contexto doméstico e internacional”, comentou.

O ministro do Turismo, Vinicius Lummertz, sugeriu que além do investimento, o estado busque aumentar a sua conectividade aérea, como o aumento da oferta de voos. “Realmente as belezas das praias paraibanas, com águas transparentes e temperaturas amenas são um atrativo diferenciado do Brasil. Por que não fazer da Paraíba uma Cancun no Brasil?”, comentou Lummertz.

O projeto apresentado prevê melhorias na Praia do Jacaré, no Jardim Botânico Benjamim Maranhão, além da recuperação do Rio Jaguaribe, esgotamento sanitário na Costa das Piscinas e sinalização na orla e criação de um terminal turístico em Cabedelo. Os recursos serão destinados ainda para projetos de promoção e apoio à comercialização, captação de eventos e a criação de um Observatório do Turismo.

Ao todo, o Prodetur + Turismo já recebeu 106 propostas que totalizam R$ 4,2 bilhões em oito meses. No total, o BNDES disponibilizou R$ 5 bilhões em créditos com prazos ampliados e juros diferenciados. 

registrado em:
Fim do conteúdo da página